Três da madrugada

Num pequeno instante durante a noite aquela mulher se viu tão pequena quanto uma garotinha e deixou escorrer uma lágrima enquanto dormia em um quarto escuro.

Não sabia se era saudade ou amor puro. Algo apertava seu coração de tal maneira que a cada batida mais e mais sua respiração desvairava com sua mente.

Aposto na saudade. E ela só veio depois de sentir o amor mais profundo que já sentiu naquela tarde.

Ela não aguenta.
Ela não aguenta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s