Sans Titre

Naquela floresta escura
Me perco nas suas palavras
Que nunca sei o que qrem dizer
Mas de que adiantaria entender?

Imagens estão se rebobinando
Tudo parece estar claro em minha mente
Porém quando se tem um martelo
Todas as coisas parecem prego

Não quero abrir meus olhos
Tão cedo a ponto de enxergar
Que tudo está no seu devido lugar
Que tudo não passou de um mero sonho

Fotografias distorcidas
Decoram a parede do quarto
Com momentos nunca vividos
Que são apenas fotos distorcidas

Correspondências guardadas
Escondem verdadeiros sentimentos
E é naquela floresta escura
Que palavras se perdem no próprio sentido

Ass.: Eu!

Anúncios