Namoro não se resume em amor

“Eu te amo, isso que importa.”

NOT!

Você pode me amar, querido, mas tem muitos outros caras nesse mundo a fora muito mais interessantes que você com um papo super legal, que conseguem equilibrar o romantismo com o realismo numa sincronia tão gostosa que nem perceberia a falta da palavra amor, mas o sentimento está ali, atrelado com o respeito do nosso espaço, confiança de que somos dois que se amame não precisam provar. Quando o sentimento tem que se pôr a prova, deixa de ser sentimento e se torna um acordo. Não quero amar por contrato, quero amar porque tenho esse direito.

O que mais tem pra me oferecer além dessa frase?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s