Saudade da paixão

Certo dia em conversa mais pessoal com um professor da faculdade, estávamos falando sobre nossas desilusões amorosas e ele me veio com uma tese: a melhor época para o relacionamento perfeito é depois dos trinta, momento em que as pessoas compreendem que o sentimento vem com o tempo e os casamento acontecem de forma racional. Apesar de eu concordar com a ideia, afinal eu quero uma vida estável, um bom emprego, uma casa, um carro e filhos, eu sei que a probabilidade de eu conseguir isso com o hippie ali da praça é mínima. Mas sinto falta de não me preocupar com contas bancárias e simplesmente amar e construir tudo junto.

Quero sentir saudade, me preocupar porque sei que a outra pessoa também se preocupa comigo, confiar que mesmo longe ele sempre estará comigo, porque apesar de não estar presente somos prioridade um do outro. Quero aquele ciúme bom que cura só com um olhar, sem precisar discutir em casa. Quero deitar em seu colo sem precisar perguntar antes se posso. Quero que ele mexa no meu cabelo até que eu durma sem que eu peça, depois de muito observar ele percebeu que isso me faz dormir bem. O amor não precisa de provas, mas nos submeteríamos a provar nosso sentimento sendo eternos companheiros. Quero a proteção de um homem. Quero a diversão de um amigo. Quero o romantismo da pessoa mais apaixonada. E eu acho que pra isso não é necessário dinheiro.

Não me desfaço do amor racional, mas minha primeira intenção ainda não é uma troca de cofres.

Anúncios

Um comentário sobre “Saudade da paixão

  1. Acho que foi Nietzsche que disse que o homem não ama a pessoa amada: o homem ama amar. E, pensando assim, fica relativamente fácil ver como projetamos o que somos (angústias e desejos) nas pessoas amadas, deixando de enxergá-las como elas são. Quanto mais apaixonados, mais projeção. E menos contato com a pessoa de fato… É gostoso, mas estranho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s