O Fim

Ela abriu a porta da sala, pegou sua mala, deu um beijo na irmã, disse tchau pro irmão e se foi. É escuro. Aos poucos sua imagem foi se tornando uma silhueta muito bonita dentro da neblina fria. Era frio. Ela estava agasalhada, eu sei. Mas o instinto materno fez uma lágrima escorrer.

Respire.

Talvez ela quisesse uma companhia. Lá estava a mãe, o pai e o irmão.
Talvez ela estivesse implorando um abraço. Eu dei. Às vezes mentalizar o abraço chega a ser mais forte que materializá-lo. Será que ela mentalizou também?
Não gosto de abraçar sozinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s