Nós dois

Venha cá
Olhe em meus olhos
Me diga o que vê

Vejo muito além o castanho
Eu vejo as pupilas dilatadas
Enxergo além do puro reflexo

Respire fundo
Dê-me sua mão
Confesso que a noite é fria aqui
A distância pede o material
A proximidade implora por calor

Respire fundo
Deite aqui comigo
Esqueça aqueles números
Agora só quero sentir
Deixe-me sentir?

Agora vire

Olhe em meus olhos
O que vê agora?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s