Acionando a descarga

Ela vem e parece que nunca foi. Ela vai e parece não voltar mais. Ela volta e eu a quero o tempo todo aqui. Não, não comigo. Mas a uma distância da qual eu possa enxergar e sentir o cheiro que fica no ar quando passa.

Só quero isso.
Todos os meses eu só quero um braço de quatrocentos quilômetros de comprimento para abraçar e acalentar aquela garotinha quando ela me manda mensagem no meio da madrugada alegando uma dor, uma tristeza ou uma paixão e outras alegrias. Sou a mãe orgulhosa, a tia perversa, a amiga confidente, a vó que faz bolo.

Sou a irmã que acionou a descarga hoje cedo enquanto trabalhava.

Anúncios

Um comentário em “Acionando a descarga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s