Aquela música

Oi!
Oi!
Vem cá, ouve e vê se você gosta.


Você quem criou?
Foi! O que achou?
Eu adorei! É perfeito.
É pra você.

Sabe aquela história de deixar se levar e ver do que dá? Então…

Levo comigo uma teoria que todos os dias eu durmo apaixonada por algo ou alguém. Seja meu ideal de estereótipo perfeito, seja uma criança adorável, seja uma casa, seja uma caneca, seja um poema, seja uma frase, seja uma memória que apareceu de repente. A paixão é assim, ela vem e passa.

Mas no último mês a última imagem que toma minha consciência antes de dormir é a paixão que criei por um olhar, um beijo, um toque, uma palavra, uma forma de abraçar, uma dança, um sorriso, uma gargalhada gostosa, aquele chegar junto devagarzinho, aquele comentário, aquela percepção. E se a paixão vai e passa, por que ela ainda não passou? Realmente existe algo entre a paixão e o amor que é inexplicável podendo apenas ser sentido. Eu estou assim. Sentindo.

Ontem eu dormi apaixonada por aquela música.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s