Maldita vodka da família!

Vodka me causa um certo estrago. Siiiiiim! Não me dá amnésia (o que é triste, porque tem coisas que eu gostaria imensamente de esquecer), mas eu fico um tanto volúvel e estranhamente feliz, fazendo amizade com todas as pessoas do mundo.

Dia 19 de abril não foi apenas dia do Índio, mas aniversário da minha prima. Comemoramos numa balada onde fomos minha irmã (@endquepensa), meu vizinho e eu. A festa estava boa, as pessoas animadas e dançamos muito. Até que chega MINHA FAMÍLIA oferecendo a Vodka da Família. Uma espécie de máfia onde “os olhos que tudo veem” já estavam mais cegos que a justiça.

Resultado: sabe quele fetichinho besta que toda adolescente tem quanto ao fato de pegar aquele primo gatchéénho, ou aquele primo beeem mais velho que você? Então, né… E voltei para minha sã consciência me deparei com minha irmã e meu vizinho (cardissafada) rindo da minha cara e eu com cara de coo e discursando ALTO sobre Dr. House, elefantíase e pessoas que dormem no balcão.

Se Boris Casoy estivesse ao meu lado, me daria um tapinha nas costas e diria: “Isto é uma vergonha!”

E não foi?!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s