Isto É Tããããão Arquétipo!!!

As coisas são simplesmente “invalorizáveis” neste mundo. Por que somos obrigados a valorizar cristais antigos, ouro de gerações atrás, pratas dos tempos da vovó ou, até mesmo, aquela melhor roupa, aquele melhor carro, ou aquele simples enfeitinho de porta, se um dia os vermes vão nos comer vivos? (sim, vivos. Mesmo porque, uma vez, um cara chamado Deus me disse que quando morremos ganhamos vida eterna) E nossos cristais, ouro, pratas serão lançados a um leilão na cidade, nossas roupas serão queimadas e as justificativas serão sempre as mesmas: “quero ter ele apenas como uma lembrança boa.” Oh! Lembrança boa… E alguém consegue não falar mal até quando o enfermo está há sete palmos dos nossos pés? Esse milagre deixaria até o ato de ressuscitação no chinelo! Sem contar que nossos carros serão motivos de briga, mesmo porque, nos tempos de hoje, as pessoas querem as melhores coisas, e o pobre homem de terno de madeira, óbviamente, viveu a globalização a risca! Já estava me esquecendo, mas também tem o problema da casa… É simples, vamos demolir! Sim, eles farão mais um prédio para tapar “o céu que já foi azul, mas agora é cinza, o que é verde aqui já não existe mais”, como já dizia Renato Russo, e não é que estava certo!

É incrível, como a globalização nos molda materialistas e arquétipos de tal maneira que nem nós mesmos nos valorizamos… e simplesmente não aguentamos até o fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s